O Quarteto Classe Etoile

O quarteto vocal é o conjunto de vozes, que pode cantar a cappella (música vocal sem acompanhamento) ou acompanhado de formações váriadas de instrumentos, inclusive o tradicional quarteto de cordas com 2 violinos e 1 viola e um violoncelo. Inicialmente planejado na formação tradicional de 4 vozes, ele atende hoje a qualquer demanda de 3 a 8 vozes. 

Etoile, é o vocábulo francês para estrela, astro que tem luz e calor próprios, onde o brilho irradia de um centro. Temos então um conjunto vocal de classe brilhante. O quarteto que com sua luz própria quer iluminar os seus ouvintes. Este fulgor quer promover e valorizar a música sacra, a música erudita, a música clássica e clássicos populares, em eventos sociais. Entende-se por evento social: celebrações de casamentos, formaturas, confraternizações, enfim, comemorações de um momento particularmente marcante.

Ouça aqui algumas peças para casamento.

Para solicitar orçamento ou já reservar sua apresentação, entra em contato conosco 

 

 

O Quarteto Classe Étoile tem a maestria, o virtuosismo a cintilação do toque musical, o tato à distância em seu ouvidos, mentes e corações.

 

 

 

O Quarteto Classe Étoile pode se desmembrar em duos, trios ou quartetos duplos e contratar terceiros para acompanhá-lo.

 

 

 

 

O Quarteto Classe Étoile poderá prestar consultoria aos projetos a serem realizados afim de se adaptar convenientemente ao quadro de seus contratantes.

 

Cyrene Paparotti (diretora), soprano paulistana, iniciou a sua carreira como vencedora do concurso Jovens Concertistas Brasileiros em 1987 no Rio de Janeiro e em 1992, ganhou o prêmio Lalita Salazar na Pensilvânia nos EUA. Apresentou-se como recitalista nas principais salas do Brasil, em Nova York, na Itália e na França, com piano e orquestras. É Mestre em canto pela NYU (New York University) nos EUA.  Na França, tem o de D.E (Diploma do Estado) de professora de canto e pós-graduação em Literatura e Língua Francesa pela Universidade da Sorbonne.  Foi professora de canto na NYU, na UFBA, no FSBA (BA) e em vários conservatórios franceses. Leciona atualmente no Music Center Núcleo de Ensino Musical, em São Paulo/SP. Regularmente faz palestras e oficinas de música sacra, assim como técnica vocal em diversos estados do Brasil.  Em junho de 2011 publicou om muito sucesso o livro CANTONÁRIO – Guia Prático para o canto-  MUSIMED.  Empresária, organizou o SALVALÍRICO- O Festival Lírico de Salvador e o Festival de Música Sacra da SOEMUS (Sociedade Evangélica de Música Sacra) na Bahia, está agora na frente do ItapaLírica – festival Lírico de Itaparica (BA), em sua primeira edição. Há 10 (dez) anos é conferencista do PAINEL DA VOZ em Salvador. É palestrante de técnica vocal e professora de canto no Music Center Núcleo de Ensino Musical, em São Paulo/SP.  Em 2015 dirigiu musicalmente o espetáculo multicultural 1823 A ÓPERA DA LIBERDADE, onde interpretou o papel da heroína Joana Angélica, reapresentando em janeiro de 2018.  

Cyrene Paparotti

Adriano N.Ribeiro,tenor, membro da IBASP (Igreja Batista Alemã de S.Paulo), Membro fundador do Coro Masculino Unido, sob a regência do Mt.Cremilson, multi instrumentista (Baixo, Violão, Bateria). Adepto do canto coral a mais de 20 anos, atualmente como 1° Tenor.
Alex Meister, barítono, reside em São Paulo-Capital/Brasil . Iniciou seus estudos de canto em Salvador-BA, com a soprano Cyrene Paparotti. Posteriormente, já em São Paulo, durante 4 anos, teve estudos particulares du com o tenor ítalo-brasileiro Benito Maresca. Cantou com o coro Mainzer Domchor na cidade de Mainz – Alemanha sob a regência do maestro alemão Mathias Breitschaft, participou de trabalhos e projetos com o Mozarteum de Salzburg com diversos maestros alemães e com projetos de óperas no coro do theatro São Pedro – SP, além de Masterclasses com o barítono holandês Robert Holl na Faculdade São Judas – SP, duas vezes com o soprano italiana Maria Pia Piscitelli, sendo o primeiro no theatro São Pedro – SP e o segundo pela EMESP – SP. Também participou na Master Class com o soprano americana Renée Fleming na cidade de Mainz – Alemanha. Como solista cantou obras como Requiem de Mozart, Requiem de Fauré, Grande missa em dó menor de Mozart, Missa em sol maior de Schubert, Highlights do Oratório de Natal de Bach, Highlights do Messias de Händel, Magnificat de Bach, Magnificat de Francesco Durante/Pergolesi, Magnificat de Vivaldi, além do personagem Bartolo das Bodas de Figaro de Mozart – versão pocket ópera com cenário e vestimentas do theatro municipal – SP e diversos recitais solo na Sociedade Brasileira de Eubiose – SP, em Campos do Jordão – SP  Todos os  trabalhos citados , foram acompanhados por  pianistas diversos ou  orquestras,  como a Sinfônica de Americana – SP, Integrantes da Unicamp – SP e a Sinfônica Jovem de Guarulhos – SP.
Alex Meister
 

Glaucia Lopes , musicista e arte educadora,  iniciou seus estudos de piano aos 5 anos com a professora Aída Sarda , prosseguindo os estudos com diversas professoras particulares, e também no  Instituto Musical de São Paulo, formando-se em 1976 no Conservatório Musical do Brás  com a professora Anna Antonia  Martino de Castro.  Estudou no Conservatório Estadual de Canto Orfeônico  de 1971 a 1974 graduando-se como  Professora de Educação Musical, e Licenciatura Plena em Educação Artística  e Música em 1976  na UNESP –Universidade Estadual Paulista -Faculdade de Música Maestro Julião, atual Instituto de Artes. Formada em Canto Erudito pela Escola Municipal de Música de SP tendo estudado de 1990 a 2000 com os professores Regina Elena Mesquita, Jarbas Braga  e Andrea Kaiser. Atualmente aperfeiçoa-se com a professora Cyrene Paparoti.  Foi Professora de Música e Educação Artística  na rede estadual de ensino e também na rede particular, instrutora de Fanfarra de escola estadual, organista e pianista em diversas igrejas em São Paulo, Coordenadora Cultural e de Eventos em Escola Estadual Padrão, Professora de Canto, Piano, Flauta Doce, Percussão, Canto Coral em diversas igrejas e ONGs. É Regente de Coral desde 1976 tendo regido corais de diversas igrejas evangélicas, corais de escolas e corais para eventos como formaturas. Atualmente é professora de Canto e Piano na Igreja Batista do Brooklin , e Regente do Coral da Catedral Metodista de São Paulo e Coral da IPI Sacomã. Canta no Coral Evangélico de São Paulo e no Coral da SOEMUS – Sociedade Evangélica de Música Sacra.

Gilzane

Marcelo Maciel, contratenor, é professor de canto. Estudou na ULM (Universidade Livre de Música), sob a orientação vocal do professor Francisco Campos. Graduou-se na Faculdade de Música Carlos Gomes em Canto Lírico sob a orientação das professoras Elenis Guimarães e Inês Stokler e, cursou Pós-graduação em Coordenação Pedagógica Musical. Cantou no coral do Estado de São Paulo sob a regência do Maestro José Ferraz. Rege vários corais em São Paulo e realizando projetos direcionados à técnica vocal junto à Secretaria de Educação e Cultura. Tem se apresentado no circuito musical como cantor solista. Atualmente também faz parte do corpo docente da SOEMUS (Sociedade Evangélica de Música Sacra).
Michiko Miyajima Pianista, organista e regente, graduou-se na Musashino Academia Musicae, de Tokyo. Licenciada em Educação Artística, com habilitação em Música pela ECA/USP e pós-graduada no curso de “Capacitação docente em música brasileira” na Universidade Anhembi Morumbi de São Paulo. Atualmente exerce o ensino de piano com o novo método para iniciantes Brasil Miraijuku. Foi pianista do Coral Piccolo e do Coral Feminino Nipo-brasileiro sob a direção do maestro Teruo Yoshida e atualmente é a pianista do Coral Evangélico de São Paulo, sob a regência de Dorotéa Kerr.
Rafael Leoni, baixo, graduado pela UNICAMP e atualmente está sob orientação da Profª Cyrene Paparotti. Participou nas montagens de “A Moreninha” de Ernest Mahle sob direção do próprio compositor; “Gianni Schicci”, pelo Festival das montanhas sob direção de Regina Helena Mesquita; “Cavalleria Rusticana” pelo Theatro Municipal de São Paulo, sob regência do Maestro Ira Levin e do Maestro Isaac Karabtchevsky. Cantou na execução da 2ª sinfonia de Mahler na Sala São Paulo. Foi finalista no concurso Carlos Gomes/SP (2017), no qual ganhou o prêmio de melhor intérprete de ária de ópera.
Rita Ollé, contralto. Iniciou seus estudos em música pela Faculdade Metodista UNIMEP/Piracicaba, cantando em coros diversos. Recebeu orientação da Profª Suzel Cabral. Ingressou no Madrigal DECASOM/Campinas onde passou a receber orientação da Profª Drª Niza de Castro Tank. Atuou na montagem de “A Moreninha” de Ernest Mahle sob direção do próprio compositor. Faz parte do hall de cantores da ABAL (Associação Brasileira de Artistas Líricos) com sede em Campinas. Atualmente estuda canto no Music Center sob orientação da Profª Cyrene Paparotti.
Rubens Gianotti Pimentel, tenor. Formado em órgão pela Yamaha Music Foundation aos 14 anos de idade. Pós Graduado em órgão pela Faculdade Marcelo Tupinambá. Graduado em Direito pela Universidade de São Paulo. Estudou canto com a Profa Dra.Mariana Cioromila e com o Prof. Dr. Marcelo Ferreira. Diretor dos cursos de órgão, teclado e piano popular do Conservatório Musical Souza Lima (1989-1992), da Faculdade Marcelo Tupinambá (1984-1992)e do curso de órgão da Casa Gassi(1985–1988). Autor de métodos para teclado, órgão e piano popular, regente, arranjador, colunista da Revista Teclado & Áudio Diretor da Music Center Núcleo de Ensino Musical, em São Paulo/SP desde 1992.